sábado, 29 de outubro de 2016

Ana Julia, esperança na esquerda.

ANA JULIA - liderança com simplicidade


Ela não citou Marx, não discutiu teorias, não dividiu o espaço vital entre teorias econômicas.
Foi cirúrgica ao ponto de criar esperança na esquerda e fazer explodir a ira da direita.
De quem é filha, não interessa. Ou melhor, interessa. Teve educação e cultura.
Não seria a filha de Cunha, pois ai estaria em Paris,numa loja de grife, gastando dinheiro do povo. Não seria filha de um coxinha, pois ai estaria no shopping caçando pokemon.
Agora que sirva como exemplo, existem jovens e jovens.
Eu estou orgulhoso por Ana Julia. Existe esperança

Na ONU

Jornal GGN – A secundarista que se tornou a voz dos estudantes que ocupam as escolas e universidades do país tem nova missão. Depois de falar para os deputados da Assembléia Legislativa do Paraná, Ana Júlia agora irá à ONU fazer denúncias contra as milícias fascistas de Beto Richa no Paraná.
Na segunda-feira, dia 31, ela falará na Comissão de Direitos Humanos do Senado e da Câmara, no MPF e em agências internacionais como UNICEF ligada à ONU. A adolescente será a porta-voz das ocupações que estão sendo ameaçadas por milícias fascistas do MBL com apoio do tucano Richa.

E assim nasce uma liderança. Não foi preciso forçar, talvez seja sinal de um tempo vazio, sem esperança, sem horizonte, mas é com muita alegria, que muitos assistem a esse parto. No futuro não sabemos se irá vingar, como diria minha avó, mas está ai, vamos apenas observar...



Veja no link abaixo a fala de Ana Júlia
https://www.facebook.com/midiaNINJA/videos/748279895330158/

http://jornalggn.com.br/noticia/na-onu-ana-julia-sera-porta-voz-das-escolas-ocupadas