sábado, 30 de julho de 2016

Um golpe melhor que o militar




A opinião desse gente, os COXINHAS não interessa mais. Interessou antes do golpe quando era necessária a massa de manobra.Coxinhas e paneleiras foram usados para dar uma ar de popularidade ao golpe
O golpe se consolidou.
Opiniões de povo pouco interessa.
Agora o Serra indica para quem vender, o Maggi, qual tribo matar, o Caiado onde grilar, o Cunha onde depositar.
Mas ninguém será torturado ou perseguido como no golpe de 64, no lugar do exército entra a justiça, e como diz a GLOBO, uma instituição que está funcionando.
Sim está, com abuso de poder de um lado e omissão de outro.
Ah, o Sergio Moro?
Esse agiu diferente no BANESTADO. Não agiu com o Cunha e nem com sua mulher. Não se interessou pela delação contra Temer. Claro, isso não vem ao caso.
Eu sei como funciona a justiça, já tive processos, num dele o juiz pediu a dispensa das testemunhas, pois segundo ele não via nenhuma caso a ser julgado. No dia seguinte foi transferido e outro de passagem deu uma sentença sem ler o processo, tanto que citou artigo errado. Mas isso é normal, parece que depende dos interesses e não há nada que se possa fazer contra os bons juízes que se equivocam.
Não significa dizer que não existem bons juízes, de verdade. Eles existem, principalmente juízas. Mas não nas altas cortes.
Votando ao golpe, cabe a justiça interpretar cada caso de acordo com as conveniências dos golpistas.
Ex: Delcidio tentou atrapalhar delatores =prisão e perda de mandato - Jucá fez o mesmo = Isso não vem ao caso --- Gravações citam o nome de Lula, = criminoso tem que ser preso. Gravações citam Temer = Ninguém pode provar que é verdade. Achado um shampoo com o nome Marisa no sitio de Atibaia = É da mulher do Lula e o sítio é do Lula. Achado uma conta na Suíça no nome da mulher de Cunha = coitada ela não sabe de nada. Em resumo, a partir de agora não existem mais parâmetros para a justiça consolidar o golpe.
Assim, bem mais perfeito que o golpe de 64, onde militares cabeça de bagre torturavam e matavam, hoje a justiça julga baseada em falsos depoimentos, delações e condena. Se for conveniente.
Os militares tiveram que matar lideranças e mandar Goulart para longe, os golpistas de hoje só precisam deixar Lula inelegível, pelo menos até a próxima eleição, ou enquanto vendem o Brasil, no atacado e no varejo.
Depois que se dane, nada vai sobrar.

Nada.