segunda-feira, 7 de setembro de 2015

A crise na mídia...

Nas rádios...

Ouvindo os noticiários de rádio percebi, que se aceleram os cuidados para o aumento da "crise". Gente como Alexandre Garcia, que na ditadura limpava as botas de generais, repudiam as palavras do ministro chefe do supremo, que em entrevista sobre a demarcação de terras indígenas, chamou esta terra de abençoada. Garcia retrucou dizendo que abençoado é os Estados Unidos e só faltou dizer, que lá, eles foram mais rápidos ao matar seus índios e que no brasil, quem segura a economia são os agronegócios, ou seja, os latifúndios.
Garcia não consegue imaginar uma reforma agrária, onde o país poderia, ai sim produzir alimentos para o mundo e não apenas soja transgênica, acabando com as florestas (lembram da crise hídrica?) e envenenando rios.
Em seguida Alexandre Garcia fala em mais crise e elogia Alemanha e EUA. Não se espera outra coisa desse limpador de botas.
Na sequencia um tal de Olegário, economista, direto de Brasília, começa uma campanha para que não se comprem imoveis.
Bom para empresários, que apoiaram a Globo e essa direita ultrapassada. Vão vender menos e reclamar mais, só não sabem a quem reclamar. São os patrocinadores da mídia vendida.