sábado, 11 de abril de 2015

Prefeito do PT agride jornalista

Prefeito do PT agride jornalista


Na segunda semana do mês de abril, o jornalista Paulo Alberti almoçava com sua filha, no restaurante Esmeralda, zona sul, da cidade de Bragança Paulista, quando surpreendentemente foi física e verbalmente agredido pelo Prefeito Fernão Dias do PT, daquele município.
Durante a agressão física ao jornalista, o membro do PT gritava palavras ofensivas.
A agressão física é a primeira, tivemos aqui vários jornalistas, radialistas e blogueiros ameaçado pelo grupo do prefeito.
Existem vários Boletins de Ocorrências registrados e ações no Fórum da cidade, que se prologam há quase dois anos.
O principal assessor do prefeito e amigo pessoal já ameaçou, caluniou e foi pivô de uma perseguição contra um blogueiro, que também se encontrava com um filho, no caso uma criança de 5 anos. 
Esse assessor ficou nacionalmente conhecido, na década de 1990, quando arrancou o nariz do então presidente do Clube Atlético Bragantino, a dentadas. A matéria na época foi veiculada em todos os canais de TV e grande mídia impressa. Nunca foi processado pelo caso.
O prefeito em questão era delegado seccional, nomeado por José Serra, até as vésperas da sua filiação no PT, segundo comentários, pela mãos de Mercadante, pois o ministro tem uma fazenda na cidade de Joanópolis, terra natal de Fernão Dias.
A cidade de Bragança Paulista costuma ser considerada terra de coronéis. Geralmente os denunciantes sempre levam a pior, seja na justiça (há vários casos), ou na força física. 
Fazer justiça com as próprias mãos é algo corriqueiro, mas o prefeito além de faltar com o decoro possui uma extensa lista de atos administrativos contestados entre eles a privatização do SUS, que em tese seria contra a opinião do próprio partido. Além de não reagir, o jornalista ainda tem sequelas físicas decorrente de uma grave cirurgia. Além de ditatorial, o ato foi desumano. 
Recentemente o prefeito foi notícia na Folha de São Paulo por fazer críticas a condução do partido a nível nacional, mas em 2010, muitos dos, que hoje são seus assessores, fizeram uma campanha agressiva contra Dilma e Lula, também por redes sociais e e-mails .
Bragança é ainda a cidade que tem o KM rodado mais caro nos transportes coletivos. Esta discutindo com a Sabesp um contrato de 60 anos, altamente lesivo à população, entre seus principais itens, um aumento de quase 30% na conta de água e o pagamento de uma multa, caso a Sabesp não obtenha os lucros desejados. Absurdo.
A executiva estadual do PT e principalmente o então deputado João Antônio, que cuidava da região, foram avisados sobre o grupo, ao qual davam a legenda, antes das convenções para as eleições de 2012. O diretório do PT nunca teve expressão na cidade, onde Dilma e Lula sempre perdem de goleada, mas esse ano, como prova falta de compromisso do partido e da executiva, o PT sofreu a maior diferença dos últimos anos.

Espero, que pelo menos a executiva estadual do PT se pronuncie e tome as providencias. No mínimo expulsão. 

Vejam como foi a agressão:


Editorial do Jornal Gazeta Bragantina:


O que a população espera agora é que a polícia civil faça seu trabalho. Esqueça que se trata de um ex-delegado seccional. Espera-se que o Ministério Público saiba agir dessa vez, posto que em outros casos, com relação a mesma administração tudo foi levado pelo lado das “desavenças pessoais” , não se sabe porque, já que não se pode ter uma desavença pessoal, com que sequer se tem contato.